-
Publicidade

Entidades de imprensa repudiam ocupação da Rede Bahia

17 de abril de 2018
324 Acessos

A ocupação da sede da Rede Bahia por manifestantes que alegaram protestar contra “os 2 anos do golpe civil e os 22 anos do massacre dos trabalhadores do MST, em Carajás”, realizada na manhã desta terça-feira (17), foi condenada por parte das entidades que representam a imprensa na Bahia e no Brasil. O ato, que também incluiu protestos contra a prisão do ex-presidente Lula, começou pouco antes das 6h e terminou por volta de 9h45.

Associação Baiana de Rádio e Televisão (Abart), Sindicato das Empresas de Radiodifusão e Televisão do Estado da Bahia (Serterb), Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI-BA) emitiram notas de repúdio ao ato. 

A Abert declarou que “considera inaceitável que, mais uma vez, integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) usem da força para invadir veículos de comunicação, impedindo a rotina de funcionários e cerceando o direito constitucional de ir e vir”. 

Ainda na mesma nota, a entidade disse que “qualquer tentativa de impedir o trabalho da imprensa é um ataque ao direito da sociedade de acesso às informações de interesse público e à liberdade de expressão”, além de condenar a atitude e esperar punição por parte das autoridades responsáveis. 

Em pronunciamento conjunto, a Abart e o Serterb afirmaram que “o ato foi uma afronta à liberdade de imprensa, uma ameaça ao exercício do jornalismo e aos profissionais de comunicação em nosso Estado”. 

Além disso, se solidarizaram com os colaboradores da Rede Bahia “que prestam relevantes serviços para a qualidade do bom jornalismo e da informação em todo o Estado da Bahia”.

A ABI também se solidarizou pelo que considerou “absurda invasão” das instalações da empresa de comunicação, “praticada nesta terça-feira pela CUT – Central Única dos Trabalhadores e FUPE – Federação Única dos Petroleiros”, e repudiou o ato, descrito como “uma atitude que se caracteriza como uma ameaça à liberdade de expressão e agride princípios democráticos”.

O protesto
Pouco antes das 6h, o grupo de manifestantes, incluindo representantes da CUT e Federação Única dos Petroleiros (FUP), totalizando cerca de 200 pessoas, entrou na sede da Rede Bahia, no bairro da Federação, forçando o portão da empresa munidos de facões, equipamentos de som e bandeiras sob o argumento de protestar contra os 2 anos do golpe civil e os 22 anos do massacre dos trabalhadores do MST, em Carajás (PA), segundo nota emitida pela empresa.

Após extensa negociação com policiais militares, os manifestantes encerraram o protesto pouco antes da 10h. Durante a ocupação, as empresas da Rede Bahia, entre elas o jornal CORREIO, funcionaram normalmente. 

O grupo de comunicação afirmou, também em nota, que “a hostilidade sofrida hoje representa uma agressão aos meios de comunicação do Estado e a todos os profissionais de imprensa” e que respeita a liberdade de imprensa.

Confira na íntegra o posicionamento da Rede Bahia:
Informamos que hoje, dia 17 de abril, por volta das 05:55 da manhã, um grupo de representantes da CUT e FUP (Federação Única dos Petroleiros) invadiu a sede da Rede Bahia, forçando o portão da empresa munidos de facões (conforme relato dos seguranças patrimoniais), equipamentos de som e bandeiras sob o argumento de protestar contra os 2 anos do golpe civil e os 22 anos do massacre dos trabalhadores do MST, em Carajás.

Com o apoio e intermediação da Polícia Militar da Bahia, os manifestantes realizaram protesto com palavras de ordem e discursos. Por volta das 09:45, o protesto foi encerrado. Não houve outras ocorrências registradas.

A Rede Bahia respeita a liberdade de expressão. Defende vigorosamente a liberdade de imprensa e a segurança dos profissionais que trabalham no exercício da comunicação, destacando que o trabalho do jornalista e da imprensa são direitos constitucionais assegurados e que contribuem significativamente para a democracia.

A hostilidade sofrida hoje representa uma agressão aos meios de comunicação do Estado e a todos os profissionais de imprensa. (CORREIO24HRS*)

Deixe seu comentários

NEM TE CONTO

Itatim: Prefeitura inaugura nova UBS no Bairro Nova Itatim
Mais noticias
0 shares32 views
Mais noticias
0 shares32 views

Itatim: Prefeitura inaugura nova UBS no Bairro Nova Itatim

portbahiadez10 - 22 de março de 2019 - 11:30:15

Na noite desta quinta-feira (21), foi inaugurada em Itatim mais uma Unidade Básica de Saúde. Desta vez, no bairro Nova…

Miss do México vai lutar com todas as armas pelo título de Miss Bumbum World; Fotos
Destaques
0 shares101 views
Destaques
0 shares101 views

Miss do México vai lutar com todas as armas pelo título de Miss Bumbum World; Fotos

portbahiadez10 - 22 de março de 2019 - 10:47:06

Sheyla Mell ostenta o título de Miss Bumbum México desde 2015, o que lhe rendeu a capa da revista Sexy…

Rodoviários vão protestar nesta sexta contra Previdência, mas negam paralisação
Mais noticias
0 shares40 views
Mais noticias
0 shares40 views

Rodoviários vão protestar nesta sexta contra Previdência, mas negam paralisação

portbahiadez10 - 22 de março de 2019 - 10:41:22

Um grupo de manifestantes realiza na manhã desta sexta-feira (22), em Salvador, um ato contra a reforma da previdência. A…

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentarios sao de responsabilidade exclusiva de seus autores e nao representam a opiniao deste site.