-
Publicidade

Com quase 5 mil horas de músicas, Salvador recebeu 850 mil turistas no carnaval; veja números da folia

6 de março de 2019
133 Acessos

Foram quase cinco mil horas de música durante os seis dias oficiais do carnaval de Salvador, período em que a capital baiana recebeu 850 mil turistas, número maior do que o esperado pela organização da festa.

O carnaval da capital baiana começou oficialmente no dia 28 de fevereiro e terminou na terça-feira (5). Antes disso, a cidade contou com as festas de pré-carnaval, batizadas de “Fuzuê” e o “Furdunço”, que ocorreram no final de semana anterior ao dia de abertura da folia.

Prefeitura e Estado divulgaram os números da folia nesta quarta-feira (6). Para a administração municipal, como a festa cresceu, alguns pontos precisam ser revistos para melhorar no próximo ano.

Um deles é a divisão das atrações entre os circuitos Dodô (Barra-Ondina) e Osmar (Campo Grande). O primeiro teve o desfile de 107 trios independentes, 72 blocos, 1.850 artistas e 76 horas de música. O segundo, que o circuito mais antigo da festa, recebeu o desfile de 79 trios sem cordas, 1.700 artistas, 82 blocos, e 85 horas de música.

Outro ponto que a prefeitura considera que precisa melhorar e foi alvo de reclamação de muitos foliões foi o trânsito. Houve congestionamento em todos os dias nos acessos ao circuitos da festa, como a Avenida Centenário, Federação, Graça, e outros.

“Veio esse advento novo dos aplicativos, com esse incremento de 30% pela Bonocô e 90% pelo Rio Vermelho. A gente vai estudar uma medida e na hora certa ela vai ser adotada”, disse o prefeito ACM Neto sobre os engarrafamentos.

Segurança

 
Suspeito de homicídio, vestido de mulher, é preso após ser flagrado por câmera de reconhecimento facial no carnaval de Salvador — Foto: Divulgação/SSP/BASuspeito de homicídio, vestido de mulher, é preso após ser flagrado por câmera de reconhecimento facial no carnaval de Salvador — Foto: Divulgação/SSP/BA
 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), mais de 1.7 milhão de pessoas passaram pelos portais de abordagem. Em um deles, um homem que estava foragido foi identificado por câmeras de reconhecimento facial e preso. Segundo a SSP, cerca de 3 milhões de rostos foram identificados pelos equipamentos.

A festa teve outros 98 presos em flagrante. Dez homens foram presos por violência contra mulher e sete por importunação sexual. Este ano foram registrados 121 roubos. No ano passado foram 108. Furtos foram 891 contra 656 em 2018.

“Tivemos esse ano o aumento de 20 casos de lesão corporais mais graves. Três situações pontuais, onde houve disparo de arma de fogo, e essas pessoas foram presas”, afirmou o secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa.

Ainda conforme a SSP, 4.444 mil suspeitos foram conduzidos à Polícia Civil durante o carnaval. O posto para casos de racismo e intolerância computaram duas situações, sendo uma de homofobia e outra de injúria racial.

Outros números do carnaval:

Festa

  • 17.955 artistas envolvidos nas mais de 700 apresentações nos circuitos oficias e 208 shows em 10 palcos, com 4.983 horas de música;
  • 97 blocos nos circuitos e 305 trios para o folião pipoca (trios independentes, agremiações sem corda, minitrios e projetos especiais);
  • 1,1 milhão de pessoas no carnaval fora dos circuitos oficiais;
  • 50 mil pessoas por dia, somando 150 mil no total no projeto Pôr do Sol;
  • Cerca de 60 mil foliões curtiram a Torre Eletrônica, na Barra, e outros 22 mil o Beco das Cores, também no Circuito Dodô.
  • 1 mil pessoas no Concurso de Fantasia LGBT, realizado na Praça Municipal
  • 18 mil pessoas com a apresentação de 120 artistas, no palco das orquestras e bailes infantis
  • 150 embarcações e 1,5 mil pessoas no carnaval náutico
  • O Circuito Dodô contou com 107 trios independentes, 72 blocos, 1.850 artistas e 76 horas de música.
  • O Circuito Osmar reuniu 1.700 artistas, 82 blocos, 79 trios independentes e 85 horas de música.
  • O Circuito Batatinha contou com 61 horas de música, 100 blocos e 1.140 artistas.
 

Atendimento à saúde

  • 4.946 atendimentos durante toda a folia, número 0,8% menor que a festa momesca do ano passado, quando foram registradas 4.986 ocorrências;
  • 7 atendimentos com redução de 61% comparado ao ano de 2018 (18), montado no circuito alternativo Mestre Bimba, no Nordeste de Amaralina;
  • Dos 4.986 atendimentos realizados nos circuitos, 149 necessitaram de transferência para rede de retaguarda para avaliação tomográfica, exames radiológicos, atenção obstétrica e fraturas. Isso representa apenas 3% dos casos.

Mobilidade na folia

  • Foram transportados nos seis dias oficiais de folia 4.959.110 pessoas no sistema convencional de ônibus;
  • No veículo do sistema complementar foram transportadas 243.117 pessoas;
  • Cerca de 658.142 mil cidadãos utilizaram o serviço da linha gratuita Lapa- Calabar;
  • 192.369 mil foliões utilizaram táxi;
  • Foram realizadas 476 abordagens aos motoristas de táxis, com 75 profissionais autuados, sendo 51 por recusa de passageiro e 20 por cobranças fora do taxímetro;
  • Os mototaxistas transportaram mais de 200 mil passageiros, e
  • O Elevador Lacerda transportou 215 mil pessoas, e o Plano Inclinado Liberdade/Calçada transportou 40 mil pessoas cidadãos.

Transporte público

  • 472 veículos foram removidos, contra 743 em 2018, uma redução de 36% de um ano para outro, e o número de autuações registradas este ano foi de 7.845;
  • O número de acidentes caiu 11% em 2019, finalizando o Carnaval em 144, contra 162 em 2018;
  • Entre a quarta-feira (27) e terça-feira (05), foram registrados cinco acidentes com mortes;
  • Entre quinta-feira (28) e o início da manhã desta quarta-feira de cinzas (06), 21.290 veículos transitaram pela faixa. 6.692 foram autuados por transitar irregularmente no local;
  • Entre quarta-feira (27) e terça-feira (05), 2.666 condutores foram abordados pelas equipes, um número 4% maior que o abordado em 2018, quando 2.543 condutores passaram pela blitz. Foram autuados 553 condutores, sendo 290 devido ao consumo de bebida alcoólica – em 2018,346 condutores foram autuados pelo mesmo motivo.Condutores profissionais também participaram das abordagens de Lei Seca, e
  • A equipe de Educação para o Trânsito abordou 1.540 taxistas, 959 motoristas de ônibus, 159 mototaxistas e 1.551 motoristas a serviço da Prefeitura Municipal.
 

Segurança da Guarda

  • 1.061 atendimentos e 45 ocorrências pela Guarda Civil Municipal. Das 45 ocorrências registradas na Operação, 44 pessoas foram encaminhadas a delegacias;
  • 694 abordagens e 730 patrulhamentos preventivos;
  • Durante todo Carnaval, foram recolhidos 257 documentos e pertences pessoais, que representou uma queda 44,5%, em relação ao ano passado;
  • No Carnaval 2019 foram identificadas um total 39.219 crianças com pulseiras, o que representou um aumento de 32,5% em relação ao ano passado (29.608);
  • Nas ações preventivas, foram distribuídos 44.857 folders contendo dicas de segurança e telefones úteis para os transeuntes, e
  • Foram apreendidos 1.154 objetos perfurantes nos circuitos da folia, representando uma redução de 24,5% em relação ao ano passado.

Promoção social

  • Foram cadastrados 9.777 indivíduos em vulnerabilidade social, o que representa um aumento de mais de 200% em relação ao ano de 2018;
  • No total, 189 crianças foram encaminhadas para Casas de Acolhimentos e 5 mil pulseiras de identificação foram distribuídas;
  • 1.800 refeições foram distribuídas para catadores de latinha nos centros de convivência implantados pela Semps, e
  • Os Camarotes Acessíveis receberam 939 pessoas.

Fiscalização de camarotes e estruturas

  • Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) realizou 2.567 vistorias, sendo 259 em camarotes, 521 em balcões, 22 em depósitos ou bares, 98 em trios e 410 em publicidade;
  • Foram emitidas 333 notificações, entre elas 63 para camarotes, 44 para trios e 33 para publicidade;
  • Dois camarotes foram interditados;
  • A Sedur apreendeu mais de 11 mil peças publicitárias irregulares, e
  • 11.300 unidades de bebidas foram alvos de fiscalização.

Ordenamento e iluminação

  • A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) apreendeu 32.546 itens irregulares na folia (ano passado foram 21.876);
  • Foram lavrados 1.573 autos de infração. Entre os itens irregulares mais apreendidos estão espetinhos, vasilhame de vidro, carros de supermercado e churrasqueira, fogão ou fogareiro. Na área de iluminação, foram registradas 352 ocorrências;
  • Foram feitas 29 novas ligações;
  • Foram registrados 2 atos de vandalismo, um na Barra e um no Centro. O total de serviços realizados foi de 385, e
  • Salvamar registrou 61 resgates no Carnaval deste ano, contra 129 do ano passado.
 

Poluição sonora

  • 33 estabelecimentos foram vistoriados e 8 desses foram notificados;
  • No total, foram 233 trios vistoriados no quesito sonoridade. O total de vistorias chegou a 154 em áreas públicas e 17 em camarotes, e
  • 10 palcos do Carnaval dos Bairros receberam equipes da área de poluição sonora.

Defesa do consumidor

  • 14 estabelecimentos foram autuados desde o primeiro dia de folia, após 321 notificações emitidas pelos fiscais;
  • Foram 128 ocorrências e três autuações. Entretanto, a que gerou mais autos lavrados, que podem resultar em multas para o ponto comercial, ainda foi a venda de produtos vencidos ou estragados, inadequados para o consumo. Foram oito autuações entre as 15 notificações emitidas;
  • 77 estabelecimentos por ausência do Código de Defesa do Consumidor;
  • 57 pontos comerciais descumpriram a Lei Antifumo e foram notificados, e
  • 44 notificações e duas autuações no período por higiene precária ou lixeira inadequada.

Gestão da folia

  • No total foram 304 vagas de trabalho. 10 mil colaboradores da Prefeitura envolvidos
  • 3,5 mil veículos foram utilizados na operação e cerca de 1,6 mil testes do bafômetro foram realizados durante os 6 dias de folia entre motoristas da Prefeitura.

Ouvidoria Geral

  • 8.187 demandas pela Ouvidoria Geral do Município (OGM), sendo 98,6% referente às equipes de rua e 1,4% do call center. Esse quantitativo é 36% maior em comparação a 2018.

Comunicação da festa

  • Secom montou a Sala Oficial de Imprensa do Carnaval para o trabalho dos profissionais – o espaço este ano ganhou o nome de Paulo Gaudenzi –, além de 21 cabines de rádio;
  • No total, a Secom, que também organizou coletivas de imprensa e promoveu o atendimento aos 2,5 mil jornalistas credenciados, produziu 180 matérias sobre a festa;
  • Foram produzidas 50 mil fotos;
  • Na internet, 25 milhões de pessoas foram alcançadas pelo conteúdo produzido para essa linguagem, e
  • Houve 4,9 milhões de visualizações dos vídeos e 3 milhões de acessos ao site, com 700 conteúdos produzidos.

Deixe seu comentários

NEM TE CONTO

PT pode estar fechado contra a reforma
Mais noticias
0 shares20 views
Mais noticias
0 shares20 views

PT pode estar fechado contra a reforma

portbahiadez10 - 24 de março de 2019 - 02:08:40

Ex-presidente do PT, o deputado federal Rui Falcão disse que há consenso na bancada de 54 parlamentares do partido contra…

Troca de tiros entre passageiro de ônibus e assaltantes deixa feridos em Salvador
Destaques
0 shares27 views
Destaques
0 shares27 views

Troca de tiros entre passageiro de ônibus e assaltantes deixa feridos em Salvador

portbahiadez10 - 24 de março de 2019 - 02:03:19

Uma troca de tiros entre um passageiro de um ônibus e assaltantes, em Salvador, deixou seis pessoas feridas, conforme informações…

Com participação de Wesley Safadão, Parangolé grava nova versão de sucesso
Entretenimento
0 shares13 views
Entretenimento
0 shares13 views

Com participação de Wesley Safadão, Parangolé grava nova versão de sucesso

portbahiadez10 - 24 de março de 2019 - 01:51:45

A banda Parangolé, sob o comando do vocalista Tony Salles, lançou na última sexta-feira (22) uma nova versão da música…

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentarios sao de responsabilidade exclusiva de seus autores e nao representam a opiniao deste site.